3 de jun de 2011

Aquilo naquilo

O que segue publicouse hai anos, non sei cantos, pois o recorte non consigna a data (puido ser en 1993 na sección «Há cinquenta anos») no Jornal de Notícias de Porto.

Uma disposição da Câmára Municipal de Lisboa de 1953 en atenção «às pessoas que procuram frondosas vegetações para a realização de actos que atentam contra a moral e os bons costumes» estipulava os delitos e multas correspondentes: «mão na mão 25$00, mão naquilo 50$00, aquilo na mão 75$00, aquilo naquilo 100$00, aquilo atrás daquilo 125$00; com a língua naquilo 150$00, neste caso preso e fotografado.»

E remata o articulista: Uma medida, sem dúvida, edificante. Adoro Portugal.

Tomado do artigo "Coisas lusitanas", de Juan L. Blanco Valdés, Xornal de Galicia, 31/12/10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário