22 de jun de 2015

Letras LGTB galegas

Hoxe ás 19 h participo nun coloquio que leva por título "Día das Letras LGTB galegas", dentro dun amplo programa de actividades organizado pola federación Ultreia con motivo da semana do Orgullo. Estaremos na libraría Lila de Lilith, en Santiago de Compostela, Fran P. Lorenzo, Teresa Moure, Susana Arins, Alejandro Tobar, todas as persoas que quixerdes e/ou puiderdes e quen isto escribe.

Viva a diversidade!

3 de jun de 2015

2 de jun de 2015

Un fantasma percorre as librarías galegas...

 

O crítico Ramón Nicolás informou da listaxe das obras máis vendidas no noso idioma no mes de maio e, para a miña alegría, aí está de novo, como desde a súa saída hai sete meses, a miña primeira incursión na poesía: Atravesar o fantasma. Obrigadísimo!

Deixo a Lacan que presida esta entrada, pois esa frase que lle podemos ler nesta fotografía (e á cal deu voltas e reviravoltas) é aplicábel a boa parte do xénero lírico e, con certeza, pretendín e pretendo que o sexa para Atravesar o fantasma.

1 de jun de 2015

Música para a segunda feira: Erasmo Carlos



Antigamente quando eu me excedia
ou fazia alguma coisa errada
naturalmente minha mãe dizia:
"Ele é uma criança, não entende nada"...

Por dentro eu ria
satisfeito e mudo.
Eu era um homem
e entendia tudo...!
 
Hoje só com meus problemas
rezo muito, mas eu não me iludo.
Sempre me dizem quando fico sério:
"Ele é um homem e entende tudo"...

Por dentro com
a alma atarantada
sou uma criança,
não entendo nada...